(51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Divertir-se num sábado à noite, comemorar uma data especial, paquerar. São muitos os motivos que levam as pessoas a uma boate. Porém, para que a experiência renda apenas bons momentos aos clientes, é necessário que a sanitização das casas noturnas esteja em dia.

Sanitização de casas noturnas e salões de festa

Onde tem música boa, tem gente dançando – e suando. As secreções humanas favorecem a proliferação de bactérias que se espalham pelo ambiente. Os micro-organismos também estão no chão, vindos com a sujeira da rua, acumulada nas solas dos sapatos dos frequentadores.

A falta de incidência solar e de ventilação natural agrava a situação. O interior da boate oferece umidade e temperatura ideais para que as colônias bacterianas se multipliquem. Idem para fungos. Em pouco tempo, podem-se ultrapassar os níveis considerados saudáveis para humanos.

Cresce, assim, o risco de contaminação. As complicações podem ir de uma alergia leve a um problema pulmonar mais sério. Eczema, bronquite e asma são apenas alguns exemplos.

A faxina periódica ajuda, mas não elimina completamente os agentes alérgenos. É por isso que casas noturnas precisam recorrer à sanitização. O procedimento não só purifica o ar, como também contribui na conservação do patrimônio. Afinal, micro-organismos também podem deteriorar objetos e estruturas de uma edificação.

Recomenda-se que o serviço seja realizado a cada três meses. Ainda, uma vez por semestre, deve ser feita a sanitização do ar-condicionado, que remove ácaros e acúmulos de poeira.

Controle de pragas em boates

Vale dizer que outras criaturas podem levar mais problemas à casa de festas, especialmente se o estabelecimento servir petiscos e bebidas. É comum que os convidados belisquem seus canapés enquanto circulam pelo salão. Sem contar os brindes em plena pista de dança.

As migalhas dos alimentos e os líquidos despejados no chão atraem insetos, como formigas e baratas. Um recanto escuro e protegido de predadores vira local fácil para os ninhos dessas criaturas. Até mesmo pulgas podem sobreviver no assoalho e botar até 30 ovos por dia. Já nos banheiros, um grande incômodo são as moscas de ralo.

Uma infestação põe em risco qualquer negócio. Além do aspecto de falta de higiene, alguns desses animais são vetores de doenças. Casos graves geram multa da Vigilância Sanitária, ou mesmo a interdição do ponto comercial.

Portanto, não deixe que os insetos espantem sua clientela e ponham em risco seu patrimônio. Invista no controle de pragas urbanas. O procedimento da Hoffmann tem garantia de quatro meses e é realizado de acordo com normas de segurança ambiental.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Fones: (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959. Whatsapp: (51) 99749.4400. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.