Blog Imunizadora Hoffmann

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Hoje vamos falar de uma praga que vive na sujeira, reproduz-se com espantosa rapidez e pode transmitir doenças. Só pelo descritivo já dá para imaginar o poder de destruição dos ratos, não é verdade?

Essas criaturas são temidas no mundo inteiro – e com razão. A seguir, saiba mais sobre os perigos que uma infestação representa tanto à saúde pública quanto à economia. Veja, ainda, o que fazer para desratizar o ambiente de uma vez por todas.

Danos causados por infestação de ratos ao redor do mundo

Um ninho de ratos é feito com os materiais disponíveis. As criaturas usam jornais, retalhos de tecidos e até as próprias fezes para construir a morada. Já a urina desses animais tem um odor similar ao do amoníaco. Por isso, infestação significa mau cheiro.

Mas não se trata apenas de um incômodo às nossas narinas. Roedores também causam danos patrimoniais significativos. Isso porque, bem, eles roem!

Quando vão à procura de alimento, os ratos podem destruir qualquer item armazenado numa despensa ou num depósito. Para piorar, eles transmitem doenças, então todo o material atingido deve ser descartado. Imagine o prejuízo.

Aconteceu com a rede varejista Family Dollar, nos Estados Unidos, no início de 2022. Autoridades sanitárias encontraram centenas de ratos num centro de distribuição da empresa, alguns deles já mortos e em estado de decomposição.

Como alimentícios, cosméticos e outros produtos podiam estar contaminados, as operações no local tiveram de ser paralisadas. Resultado: 404 lojas fechadas nos estados de Alabama, Arkansas, Louisiana, Mississippi, Missouri e Tennessee.

Outra situação alarmante foi registrada em 2021, na província de Nova Gales do Sul, no sudeste da Austrália. Após um longo período de estiagem, vieram a chuva e a abundância de alimento nas lavouras. Sem predadores, que estavam mortos por causa da seca, os camundongos se proliferaram desenfreadamente.

Esta reportagem da BBC mostra o drama dos agricultores. Houve registros de ratos atacando plantações, invadindo celeiros e até mesmo percorrendo o interior das casas. Centenas deles. No fim, deixaram um rastro de mau cheiro e perdas econômicas milionárias.

Saiba mais: Ratazana, rato-preto ou camundongo – com qual se preocupar?

Doenças que ratos podem trazer

É importante destacar que os roedores nunca chegam sozinhos. Existem outras pragas que podem surgir onde há muitos ratos, como as pulgas. Além disso, não dá para esquecer dos microrganismos causadores de doenças.

Ratos podem carregar bactérias e outros parasitas nocivos à saúde humana. Um caso emblemático é o da peste bubônica, cuja pandemia matou cerca de 50 milhões de pessoas na Europa do século XIV. À época, a população vivia em condições insalubres de higiene, abrindo caminho para as infestações.

Aqui no Brasil, a maior preocupação é com a leptospirose. Transmitida pela bactéria leptospira, presente na urina dos roedores, ela causa febre e dores musculares intensas. O risco de transmissão aumenta em períodos de enchentes, quando a água “expulsa” as ratazanas dos esgotos e elas acabam se alojando na superfície das cidades.

Outras doenças transmitidas por ratos incluem tifo, salmonelose e hantavirose.

Causas de infestação por ratos

As pragas se instalam onde encontram abrigo, comida e água. Por exemplo, ratos adoram um pátio ou uma garagem cheia de entulho, pois podem usar esse material acumulado para construir a toca.

Despensas e cozinhas são outro destino comum, principalmente para os camundongos. Afinal, é lá que se encontram as carnes, os laticínios e os grãos do banquete.

Em resumo, podemos dizer que a principal causa para as infestações seria a falta de manutenção no ambiente. É preciso manter a área sempre limpa e organizada, dificultando, assim, o acesso dos invasores.

Junto a isso, vale seguir algumas orientações básicas de boas práticas para o controle de pragas. A saber:

  • Instalar grades nos ralos e nas demais saídas de esgoto (onde vivem as ratazanas);
  • Armazenar os alimentos em recipientes fechados com tampa;
  • Realizar a manutenção da caixa d’água (vai que os bichos resolvam matar a sede ali, né?).

Ainda, lembre-se de que o verão é o período de maior atividade dos ratos. A umidade e a temperatura elevada aceleram o metabolismo dessas criaturas, tornando o ciclo reprodutivo ainda mais curto. Portanto, atenção redobrada nos meses quentes do ano!

Estima-se que uma única fêmea possa gerar até 500 filhotes durante a temporada de reprodução. E esses bichos levam cerca de 40 dias para atingir a idade adulta, tornando-se igualmente aptos a se reproduzir.

Saiba mais: O que é e como funciona a desratização

Sinais da destruição dos ratos

Mas, afinal, como saber se tem pragas por perto? Bem, é possível perceber indícios bastante comuns, como barulhos, ranhuras nos móveis e manchas nas paredes. Ou seja: os invasores deixam um rastro de estragos por onde passam.

Aqui no blog, temos um artigo que fala especificamente desse assunto. Acesse o link para conhecer os 7 sinais de infestação por ratos e tire suas dúvidas!

Notou infestação de ratos na vizinhança? Saiba onde reclamar

Nas cidades, é muito comum a proliferação de ratos em terrenos baldios, principalmente se houver acúmulo de lixo no entorno. Numa situação dessas, você deve procurar as autoridades municipais. A maioria das prefeituras conta com um departamento de Vigilância em Saúde, ou mesmo um Centro de Controle de Zoonoses, para receber denúncias e tomar as atitudes cabíveis.

Os órgãos de Vigilância Sanitária também cumprem o papel de fiscalizar farmácias, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais. Ocorrendo infestação por ratos no local, você tem o direito de reclamar ao município. A empresa que põe em risco a saúde pública pode ser multada ou, em caso de reincidência, até mesmo interditada.

E quanto à infestação no próprio imóvel? Aí você tem a obrigação de resolver o problema. Chame uma equipe especializada para conduzir a desratização.

A Hoffmann atua há mais de 30 anos com controle de pragas. Nossos profissionais seguem rigorosos manuais de boas práticas para oferecer um serviço de qualidade a um preço justo.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento para controle de ratos. Fones:  (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959WhatsApp: (51) 99749-4400. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn

Posts Relacionados