Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Você sabe como limpar a caixa d’água de sua residência ou de seu estabelecimento comercial? Quando foi a última vez que o reservatório passou por uma higienização?

As perguntas servem de alerta, pois esse tipo de equipamento requer manutenção periódica. É que, ao longo dos meses, matéria orgânica vai se acumulando no interior do recipiente. Isso pode causar mau cheiro, deteriorar as estruturas e até mesmo desencadear doenças.

Porém, não adianta lavar a caixa d’água com uma esponja. Algumas ameaças invisíveis podem continuar ali. Portanto, você deve buscar soluções específicas para realizar o procedimento de limpeza com segurança.

Quer tirar suas dúvidas? Então siga conosco.

Água tratada não garante limpeza do reservatório

Em agosto de 2018, os moradores de Taquara/RS viveram dias de transtorno. Um deslizamento de terra interrompeu o abastecimento de água em vários bairros do município.

Um morro cedeu e deslocou o encanamento subterrâneo, causando rompimentos. Técnicos da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) providenciaram máquinas vindas de Porto Alegre para realizar o conserto. No entanto, mesmo após a finalização dos trabalhos, os problemas persistiram.

O barro do morro havia se misturado à água tratada. Quando o líquido voltou a jorrar nas torneiras das casas, era escuro e espesso. Imagine a quantidade de sujeira que ficou depositada nos reservatórios.

E esse é apenas um episódio que ilustra possíveis complicações. Acontece que, algumas vezes, as consequências não são tão visíveis num primeiro momento.

Por exemplo, a captação em poços artesianos é uma situação que merece cuidados. Como esses locais nem sempre são monitorados pelas autoridades, pode haver contaminação por bactérias, protozoários e outros agentes patógenos. O resultado são intoxicações alimentares e outras doenças do sistema digestivo.

Saiba mais: Qualidade da água em empresas alimentícias diminui risco de intoxicação

A mera concentração de minerais na fonte já ocasiona perdas. Esses elementos alteram a chamada dureza da água. No longo prazo, isso provoca avarias nos utensílios de cozinha, além de dificultar a ação de detergentes.

Fica a dica: a Corsan disponibiliza para consulta os indicadores da qualidade da água distribuída no Rio Grande do Sul. Você pode conferir os dados no site da instituição.

Por que e como limpar a caixa d’água

As autoridades sanitárias recomendam que a limpeza da caixa d’água seja feita pelo menos a cada seis meses. Esse é o tempo para impedir que as incrustações escuras, resultantes do acúmulo de material biológico, danifiquem ainda mais o equipamento.

Caso o reservatório passe anos sem qualquer tipo de manutenção, pode haver fissuras e até infiltrações. Nesse ponto, você estará abrindo brecha para inconvenientes graves.

Água limpa e parada é o ambiente ideal para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. O inseto é um conhecido vetor de enfermidades, tais como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Saiba mais: Riscos da febre amarela nas cidades brasileiras

Outras pragas também podem invadir o reservatório para saciar a sede. Baratas, pombos e ratos são apenas algumas delas. Todos esses seres costumam carregar fungos, bactérias e outros agentes nocivos à saúde humana.

Sem contar que criaturas maiores podem se afogar na caixa d’água. Não é raro observar pedaços de bichos mortos, já em estado de decomposição, nos recipientes que apresentem conservação precária.

Já deu para entender por que a higienização é tão importante, né? Então veja alguns cuidados para limpar o reservatório de água.

  1. Esvazie a caixa d’água

A primeira medida é esgotar o líquido que estiver no interior da estrutura. Durante a limpeza, o nível da água deve ficar abaixo dos 20 cm de altura.

Evite desperdícios. Feche os registros com antecedência e consuma a água normalmente até que a quantidade no reservatório diminua. Outra opção é armazenar o excedente em galões para utilização subsequente.

  1. Esfregue as paredes internas

A higienização propriamente dita pode ser realizada com um pano ou uma esponja macia. Esfregue o fundo e as paredes internas, de modo a remover os sinais visíveis de sujeira.

Importante: não aplique esponja de aço, escova com cerdas metálicas ou detergentes. Esses produtos são abrasivos e comprometem a integridade do equipamento.

  1. Abasteça o reservatório

Finda a limpeza, você já pode vedar a caixa d’água e reabastecê-la com água potável. Aguarde pelo menos 30 minutos antes de retomar o consumo.

Lembre-se que, enquanto a operação estiver sendo realizada, não se deve abrir torneiras nem acionar descargas no prédio. Essa medida é para prevenir a entrada de ar na tubulação.

Por que usar ajuda profissional na limpeza da caixa d’água

O passo a passo anterior dá a entender que higienização de reservatórios é um procedimento simples. Só que leigos podem enfrentar alguns obstáculos.

Na maioria das edificações, a caixa d’água fica num local de difícil acesso. É preciso subir num telhado ou escalar uma torre. Movimentações assim exigem o uso de equipamentos de segurança, além de treinamento específico para trabalho em altura.

Outro fator preocupante é que a maioria dos agentes patogênicos não é visível a olho nu. Você até pode remover o lodo e as crostas do interior da caixa d’água, mas como saber se as bactérias foram eliminadas?

Na dúvida, o melhor é contar com ajuda especializada. Uma equipe profissional conduz a desinfecção bacteriológica com substâncias especiais. Os compostos, altamente eficazes contra a proliferação de microrganismos, não agridem o meio ambiente nem oferecem risco à saúde dos consumidores.

Manual de Recomendações - Imunizadora Hoffmann

Os profissionais da Hoffmann seguem manuais de boas práticas para uma limpeza de caixa d’água segura e eficiente. Nossos colaboradores vestem equipamentos de proteção individual e tomam todas as precauções para evitar acidentes durante o serviço.

Para sua comodidade, também oferecemos a modalidade contratual. Nesse tipo de acordo, em vez de acionar a empresa uma única vez, você estabelece datas para visitas futuras.

Saiba mais: Limpeza de caixa d’água na modalidade contratual

A periodicidade fixa facilita o planejamento das atividades. Você organiza o calendário de manutenção com meses de antecedência, de acordo com as necessidades de seu negócio. Assim, o serviço pode ser setorizado, sem corte total do abastecimento, ou então marcamos a limpeza da caixa d’água para o dia de folga dos funcionários.

A assistência técnica é garantida durante todo o período de vigência do contrato. Procure-nos e solicite um orçamento para higienização de reservatórios. Fones: (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959. Whatsapp: (51) 99749-4400. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios