Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Andar de transporte coletivo sem ar-condicionado, no auge do verão, já não é uma tarefa das mais confortáveis. Então imagine viajar junto com baratas. Aconteceu em Porto Alegre, segundo relatos de passageiros da linha urbana 525-Rio Branco. O episódio colaborou para dar destaque à importância do controle de pragas em ônibus.

Na época, a companhia responsável pela frota admitiu que havia problemas, mas alegou que os veículos passavam pela desinsetização duas vezes ao ano. Infelizmente, essa frequência pode não ser o bastante, principalmente nos casos em que haja grande circulação de gente.

A seguir, vamos explicar quais são as pragas urbanas mais comuns em ônibus, vans e outros coletivos. Também daremos dicas de como evitar infestações. Fique conosco!

Pragas urbanas em ônibus: por que elas aparecem?

Um veículo de passageiros não serve apenas para o transporte de pessoas do ponto A ao ponto B. Muitas vezes, o local funciona como uma verdadeira extensão da casa ou do trabalho desses indivíduos.

Nas grandes metrópoles, a questão é o tráfego lento. Engarrafamentos são comuns nas capitais do Brasil – tanto que os moradores dessas cidades passam, em média, duas horas e 28 minutos por dia em trânsito. As informações são de uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito, encomendada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

Quem mora no interior, por sua vez, costuma pegar estrada por outros motivos. São os estudantes que viajam até a universidade, ou os profissionais que trabalham num município, mas moram em outro. Essa é a realidade de mais de 7,4 milhões de brasileiros, segundo levantamento do IBGE com base no Censo 2010.

Seja qual for o endereço ou o motivo, fato é que esses sujeitos passam muito tempo em deslocamento. Assim, acabam aproveitando o período em que estão dentro do ônibus para ler, tirar um cochilo ou fazer um lanche.

É aí que chegamos às pragas urbanas. Salgadinho, sanduíche ou barra de cereal, tanto faz: as chances de esses alimentos fazerem farelo são grandes. As migalhas caem no chão ou ficam escondidas entre os assentos do veículo. Desse modo, o material acumulado fornece um banquete para passageiros indesejados.

Pragas mais comuns em veículos de transporte coletivo

Além do alimento, a parte interna de um carro também oferece abrigo para insetos e roedores. Assim, as colônias encontram as condições ideais para a proliferação. Elas têm um ambiente quentinho, protegido da chuva e dos predadores.

Qualquer invasor pode se instalar entre as poltronas de uma van ou um ônibus. O acesso se dá quando alguém abre uma janela, ou mesmo quando uma pessoa carrega uma sacola de feira que contenha hortaliças bichadas.

Saiba mais: Aprenda sobre os 4 As do controle de pragas e evite infestações

Devido às características das espécies, algumas infestações tendem a ser mais comuns nesses espaços coletivos. Confira:

Baratas

A francesinha (Blattella germanica) preocupa cozinheiros e donos de restaurantes. Esse artrópode minúsculo se prolifera onde há abundância de alimento. De hábitos domésticos, prefere a despensa de uma casa às paredes úmidas do esgoto. Porém, nada impede que um ônibus seja sua morada.

As frestas entre os assentos do veículo são excelentes para a reprodução da prole, até porque baratas fogem da luz. O calor também acelera seu metabolismo, tornando o ciclo reprodutivo ainda mais rápido.

Uma fêmea pode depositar cinco ootecas ao longo de um ano. Essas bolsinhas contêm, cada uma, dezenas de ovos. Como os filhotes eclodem sob as poltronas do coletivo, eles podem passar despercebidos por dias ou semanas. Quando menos se espera, o veículo está infestado.

Formigas

As formigas conseguem sobreviver sem dificuldades num carro em movimento. Essas criaturas têm preferência por comida açucarada. Ou seja: restos de biscoitos e de barrinhas de cereal, produtos tão práticos para os viajantes de plantão, fazem a festa dessa praga.

A infestação em ônibus pode ser difícil de controlar porque os insetos sabem fugir. Quando eles se sentem ameaçados, liberam feromônios. O odor dessas substâncias é imperceptível aos humanos, mas avisa aos membros da colônia para bater em retirada.

Os formigueiros se concentram onde haja temperatura elevada. Por isso, até mesmo o motor ou o painel do motorista se tornam ninhos possíveis. Trata-se de uma situação perigosa, já que a saliva das formigas é ácida e capaz de danificar componentes eletrônicos.

Ratos

Muita gente pensa que os roedores vivem apenas no lixo. De fato, eles costumam construir a moradia com pedaços de papel e retalhos de tecido, o que confere uma aparência pouco atrativa à “casa”. No entanto, quando se trata de comida, a opção principal é por itens limpinhos e saudáveis, como grãos e frutas.

Os ratos têm comportamento noturno e temem a presença de humanos ao redor. Dificilmente eles aparecem em público, em pleno horário comercial, para devorar as migalhas de pão e bolacha que se acumulam no coletivo.

Só que o cenário muda em viagens longas, como os trajetos interestaduais. É justamente na calada da noite, quando os passageiros estão dormindo, que camundongos e ratos de telhado saem da toca para caçar a refeição.

Saiba mais: 7 sinais de infestação por ratos no ambiente
Como controlar pragas em ônibus

Os procedimentos para controlar infestações em ônibus, vans e outros veículos de transporte são similares aos cuidados que você deve ter em casa ou na sua empresa. A maior precaução diz respeito à higiene. No caso dos coletivos, é importante aspirar os estofados e eliminar quaisquer resquícios de alimentos.

Em adição a essa prática, recomendamos a dedetização periódica. A desinsetização elimina ovos, larvas e insetos adultos. Já a desratização atua no controle de ratos.

Ambos os serviços também têm ação preventiva. Os produtos utilizados pela imunizadora criam uma barreira protetora no local, impedindo a instalação de novas colônias.

Vale lembrar que o princípio ativo dessas substâncias tem vida útil limitada. Portanto, o controle de pragas deve ser renovado pelo menos a cada três meses. Essa medida garante a imunização efetiva do veículo.

Saiba mais: Planejando o calendário de renovação do controle de pragas

De acordo com a Resolução RDC nº 52, do Ministério da Saúde, apenas empresas licenciadas pela autoridade sanitária podem desinfestar ambientes. Em prédios comerciais e de uso coletivo, é obrigatória a presença de cartazes informando a data de realização do procedimento.

Se você viaja de ônibus com frequência, exija da companhia o controle de pragas. Agora, se você trabalha com transporte de pessoas, procure hoje mesmo a Hoffmann. Nossa equipe segue as melhores práticas para oferecer resultados eficientes sem comprometer a saúde dos passageiros.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Atuamos no controle de insetos, no controle de ratos e no controle de cupins e brocas. Fones: (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959. Whatsapp: (51) 99749-4400. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios