Blog Imunizadora Hoffmann

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

As doenças causadas por água contaminada causam milhares de mortes, todos os anos, aqui no Brasil. E esse perigo não fica restrito às regiões empobrecidas, onde falta saneamento básico. Os agentes infecciosos podem estar num poço artesiano ou nas fontes usadas para irrigar as hortaliças que chegam à sua casa.

Diante desse cenário, você deve aprender maneiras de se cuidar. A seguir, vamos explicar o que a contaminação de água pode causar à saúde humana e como se proteger das ameaças invisíveis. Fique conosco!

O que é água contaminada?

Para dar início ao artigo de hoje, precisamos entender as diferenças entre água potável, água poluída e água contaminada. Acompanhe:

Água potável

A água potável consiste na água própria para consumo. Ela é livre de microrganismos, partículas sólidas ou outras substâncias que possam causar doenças.

É possível notar a qualidade do líquido a partir das características físicas, como sabor e turbidez. Embora a água tratada às vezes tenha gosto de cloro – usado justamente para eliminar bactérias –, em geral ela é incolor, inodora e insípida. Ou seja, é agradável ao paladar.

Água poluída

A poluição da água ocorre quando há alterações nas propriedades físicas e químicas. Isso pode acontecer devido ao lançamento de esgoto, petróleo ou mesmo lixo nos rios.

O resultado é a mudança nítida da aparência: a cor, o cheiro e o sabor da água ficam bem diferentes, o que a torna imprópria para o consumo.

Água contaminada

Já a contaminação da água é a presença de substâncias patogênicas. Entram na lista pesticidas, metais pesados ou microrganismos causadores de doenças, entre outros elementos tóxicos.

Vale ressaltar que, muitas vezes, a água poluída já está contaminada. Podemos citar o exemplo da poluição por esgoto, visto que as fezes contêm parasitas e podem causar um baita estrago à nossa saúde. Porém, nem sempre há sinais visíveis da contaminação. Uma água aparentemente limpa também pode conter substâncias impróprias.

Saiba mais: Como se proteger da dengue

Doenças causadas por água contaminada

Existem dezenas de infecções por água contaminada, tecnicamente chamadas de doenças por veiculação hídrica. Segundo levantamento do Instituto Trata Brasil, o país registrou 273.403 internações por problemas desse tipo somente em 2019, uma média de 13,01 casos a cada 10 mil habitantes. No total, essas enfermidades levaram a 2.734 mortes naquele ano.

As infecções por veiculação hídrica podem acometer a população de diferentes maneiras, inclusive:

– Contato com água imprópria durante uma enchente;

– Consumo de água que não foi tratada;

– Ingestão de alimentos cultivados ou preparados com essa água.

A lista a seguir traz algumas das principais doenças relacionadas à agua contaminada. No entanto, reiteramos que existem muitas outras, cuja incidência varia conforme a região do país. Confira:

Leptospirose

Transmitida pela Leptospira, uma bactéria encontrada na urina de ratos, ela causa febre e fortes dores musculares, especialmente na panturrilha. Casos graves geram inflamações pelo corpo, afetando pulmões, fígado e rins.

Hepatite A

Essa doença viral é mais comum em áreas com água contaminada por esgoto, devido à falta de saneamento básico. Os sintomas incluem fadiga, perda de apetite e desconforto abdominal. Também pode haver icterícia (amarelão na pele), sinal de que o fígado está prejudicado.

Giardíase

O protozoário Giardia vive em lagos e riachos. Se essa água for captada para consumo humano, sem o devido tratamento, pode levar à giardíase. A doença causa cólicas abdominais intensas, flatulência e diarreia.

Doenças Diarreicas Agudas

Aliás, a diarreia é um sintoma comum a várias infecções por veiculação hídrica. Inúmeros parasitas podem ser o agente causador, como a bactéria Escherichia coli ou o adenovírus entérico. As crianças, em particular, sofrem com as consequências de um quadro diarreico, podendo apresentar desnutrição e até retardo do crescimento.

Esquistossomose

A esquistossomose acomete pessoas que nadam em água contaminada pelo parasita trematódeo, tanto em lagos e rios quanto em piscinas sem tratamento. O microrganismo perfura a pele e se desloca pela corrente sanguínea, desencadeando alergias na pele. As formas crônicas da doença atingem intestino e fígado.

Saiba mais: As 7 piores doenças causadas por pragas urbanas

Sintomas que indicam ingestão de água contaminada

Como você pôde perceber, cada doença por veiculação hídrica tem uma forma específica de contágio, além de sintomas que variam bastante. Ainda assim, existe um conjunto de sinais que podem indicar infecção por água contaminada. Observe os seguintes aspectos na sua saúde:

  • Náuseas e enjoo;
  • Vômitos;
  • Dor abdominal ou cólicas intestinais;
  • Diarreia;
  • Urgência para ir ao banheiro;
  • Dores pelo corpo;
  • Perda de apetite;
  • Febre.

Esses são sintomas genéricos que costumam estar associados a males por contato com água contaminada. Portanto, se você ou alguém de sua família apresentar esse quadro de saúde por alguns dias, procure o serviço médico mais próximo.

A ajuda profissional é indispensável para um diagnóstico preciso. Sabendo qual foi o agente causador da infecção, fica mais fácil prescrever o tratamento adequado.

No vídeo abaixo, o Dr. Antipragas traz mais informações sobre os riscos que você pode estar correndo ao ter contato com água contaminada.

Como prevenir infecções por água contaminada

Por fim, vale lembrar o ditado de que prevenir é melhor que remediar. Se você quer evitar doenças por água contaminada, deve seguir estas dicas:

– Observe a coloração e o cheiro da água que chega à sua torneira, principalmente se a captação for em poço artesiano;

– Antes de consumir, ferva o líquido ou use filtro de barro (que é eficiente contra microrganismos patógenos e deixa a temperatura fresquinha);

– Lave as hortaliças com água potável para preparar as refeições;

Limpe a caixa d’água a cada seis meses, pois o reservatório acumula matéria orgânica que pode desencadear infecções;

– Em caso de alagamento, proteja-se com roupas fechadas, luvas de borracha e galochas para evitar contato com a água contaminada;

– Depois que a tempestade passar, lave a área atingida com água limpa e sabão (para as roupas, use água quente);

– Descarte alimentos ou objetos que tenham sido atingidos pelo enchente.

A Hoffmann realiza limpeza e desinfecção bacteriológica de caixas d’água em todo o Rio Grande do Sul. Nossas equipes são aptas a eliminar até as sujeiras mais complicadas, inclusive em pontos de difícil acesso.

Evite contaminações! Entre em contato conosco e solicite um orçamento para higienização de reservatórios de água.

Fones:  (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959WhatsApp: (51) 99749-4400.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn

Posts Relacionados