Blog Imunizadora Hoffmann

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Existe um dispositivo simples, mas que pode causar bastante diferença ao funcionamento do sistema hidráulico de sua casa. Estamos falando da boia da caixa d’água, também conhecida como torneira de boia ou boia de medição.

Quando o mecanismo dá defeito, pode ocorrer problemas bem sérios, como vazamentos e até infiltrações. Por isso, vale a pena aprender os sinais de que há algo errado. Fique conosco para conferir os detalhes.

Como funciona a boia da caixa d’água

A torneira de boia é uma estrutura que controla o nível de água dentro do reservatório. Assim, ela garante que a caixa esteja cheia, mas sem transbordamento nem vazamento do conteúdo.

A boia funciona de uma maneira bem básica: quando o recipiente fica cheio, a água empurra o dispositivo para cima, fechando a entrada do cano de alimentação. Dessa maneira, não tem como o líquido ultrapassar o limite de capacidade de armazenamento.

Conforme a água é consumida, o nível interno do reservatório baixa. Então, a boia libera o fluxo e mais água vem pela rede de abastecimento até que o dispositivo suba e vede a abertura de novo.

Como regular a boia da caixa d’água para não derramar

Para que a água não transborde, você precisa controlar o nível de pressão sobre a boia. Ou seja: o dispositivo deve aguentar a força com que o líquido chega da rede externa.

Existem duas estratégias para isso. A primeira delas é investir numa boia de alta pressão para a caixa d’água. Inclusive, os reservatórios mais modernos já contam com esse mecanismo.

Porém, se o seu equipamento é mais antigo, talvez seja bom recorrer ao segundo método: instalar um regulador de pressão. Ele tem uma válvula que pode ser aberta ou fechada de acordo com a necessidade, otimizando o trabalho da boia da caixa d’água.

Saiba mais: Aprenda como fazer a limpeza da caixa d’água

Como saber se a boia da caixa d’água está com defeito?

As boias de caixa d’água geralmente têm alta durabilidade. Ou seja: em condições normais de temperatura e pressão, elas demoram vários anos até apresentar algum defeito por desgaste do material.

De qualquer modo, você pode notar que a torneira de boia está estragada quando há vazamento na caixa d’água. Não que essa seja a única razão para o problema, longe disso: o defeito na boia é apenas uma das causas possíveis para vazamentos no sistema hidráulico.

Aliás, fica a dica: observe o interior do reservatório de tempos em tempos. Com isso, dá para ver se a estrutura continua funcionando.

Como trocar a boia da caixa d’água

Caso você note defeitos na boia da caixa d’água, é importante providenciar o conserto ou a troca da peça o quanto antes. Afinal, quando o equipamento não funciona corretamente, pode transbordar. Aí imagine o prejuízo: desperdício de água, vazamento, infiltrações, casa inteira inundada… Um horror.

Por sorte, a substituição é extremamente simples. Você só precisa de um pouco de habilidade. Confira o passo a passo:

  1. Feche o registro do reservatório;
  2. Abra as torneiras e dê descarga algumas vezes até baixar o nível da água;
  3. Com ajuda de um alicate de bombeiro (ou outra ferramenta similar), desenrosque a boia para liberá-la;
  4. Remova a vedação antiga e limpe a área;
  5. Envolva o local com fita veda rosca;
  6. Encaixe a nova boia, mantendo-a voltada para baixo, e ajuste-a com o alicate até deixá-la bem firme;
  7. Abra o registro novamente e aguarde a caixa d’água encher.

Dicas para evitar outros problemas com a caixa d’água

Como dissemos anteriormente, não é só a boia de medição que estraga. Às vezes os vazamentos acontecem devido ao desgaste de outras peças, à falta de limpeza ou mesmo ao descuido dos usuários.

Tendo em vista todas essas variáveis, abaixo elencamos alguns cuidados básicos com a caixa d’água. Eles podem garantir a longevidade do reservatório, além de reduzir os custos com manutenção. Acompanhe:

Fique de olho na conta de água

Variações no valor da conta de água são comuns de um mês para o outro, especialmente nas estações mais quentes do ano, quando o consumo aumenta. Contudo, abra o olho se o preço disparar. Isso pode indicar que há algum vazamento no sistema hidráulico.

Observe se há umidade nas paredes

Uma área muito úmida geralmente indica infiltração. Ou seja: o vazamento já se alastrou, podendo até mesmo comprometer a estrutura de paredes e pisos.

Outro problema associado à umidade excessiva é o mofo, que causa alergias respiratórias. Para evitá-lo, recomendamos o serviço de sanitização de ambientes.

Leia também: A rinite atacou no inverno? Sanitização combate esse problema

Tampe a caixa d’água

A caixa d’água aberta pode atrair pragas urbanas – desde os mosquitos Aedes aegypti, que se proliferam em meio aquático, até ratos e pombos, que aproveitam para matar a sede. Como consequência, as criaturas espalham sujeira, sendo capazes de contaminar o local com diversos microrganismos causadores de doenças.

Limpe o reservatório com frequência

Além da possível sujeira causada por pragas urbanas, a caixa d’água também acumula outros resíduos. Pode ser barro que vem pelo encanamento. Podem ser minerais presentes na água, que se incrustam nas paredes internas do reservatório.

Esses elementos, quando concentrados em demasia, podem causar entupimentos, ou mesmo fissuras no equipamento. Portanto, recomenda-se a limpeza da caixa d’água pelo menos uma vez a cada seis meses.

Precisa limpar a caixa d’água? Chame a Hoffmann

A Imunizadora Hoffmann é uma empresa especializada em higienização de reservatórios. Nossa equipe conduz uma limpeza geral na caixa d’água, removendo quaisquer resquícios de matéria orgânica.

Além da lavagem, os técnicos também realizam a desinfecção bacteriológica com produtos especializados. Essa etapa é importantíssima para eliminar microrganismos que não saem com a limpeza comum – e que podem contaminar a água que você bebe.

Os profissionais da Hoffmann seguem os mais rigorosos protocolos de segurança. Conte conosco para limpar a caixa d’água de sua casa ou seu condomínio.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento para higienização de reservatórios de água.

Fones:  (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959WhatsApp: (51) 99749-4400. Atendemos ao estado do Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Pinterest

Posts Relacionados