Blog Imunizadora Hoffmann

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Atenção, morador ou moradora da Serra Gaúcha! Hoje nossa conversa é com você. Viemos falar sobre a importância da dedetização em Bento Gonçalves, Caxias do Sul e outros municípios vizinhos. Afinal, essa é uma ferramenta necessária para preservar as atividades econômicas da região.

O motivo está no poder destrutivo das pragas. Infestações por formigas, baratas e cupins podem causar sérios danos materiais num negócio. Os invasores danificam desde os insumos armazenados até as estruturas físicas de um prédio, e ainda podem transmitir doenças. Por isso, é necessário investir em prevenção e combate aos insetos.

O artigo de hoje traz informações específicas sobre desinsetização e controle integrado de pragas na Serra Gaúcha. Fique conosco para conferir os detalhes!

Empresas em Bento Gonçalves que precisam da dedetização

A rigor, toda indústria ou estabelecimento comercial deveria se preocupar com dedetização. Essa é uma medida importante para afastar as pragas, preservando tanto o patrimônio material quanto a saúde dos clientes e dos colaboradores.

Vale lembrar que alguns setores da economia têm regras específicas quanto ao controle de insetos. Farmácias e restaurantes, apenas para citar alguns exemplos, são obrigados por lei a manter condições básicas de higiene. E isso envolve eliminar possíveis vetores de contaminação, como formigas, baratas e moscas.

Porém, em se tratando de Bento Gonçalves, não poderíamos deixar de destacar dois segmentos bastante relevantes ao município: a indústria moveleira e os produtores de uva e vinho. A seguir, explicamos algumas particularidades dessas empresas.

Indústria moveleira

Quando pensa em Serra Gaúcha, muita gente se lembra dos móveis de madeira. É claro que existem peças em aço ou vidro, mas há algo no material natural que remete a aconchego e sofisticação.

Só que a madeira, como você bem deve saber, serve de alimento aos cupins. Então pavilhões com toras, tábuas ou outros produtos guardados se transformam em verdadeiros criadouros desses bichos.

A dedetização de cupins, tecnicamente chamada de descupinização, é recomendada para evitar prejuízos. Imagine: se houver infestação no estoque, as perdas materiais podem ser altas!

Aqui no blog temos um artigo que fala mais sobre descupinização na Serra Gaúcha. Acompanhe no link abaixo:

Saiba mais: Quando recorrer à descupinização na Serra Gaúcha

Indústria de uva e vinho

Os produtores de Bento Gonçalves estão acostumados a lidar com pragas rurais. De acordo com a Embrapa Uva e Vinho, algumas das ameaças mais comuns nos parreirais de uva Niágara são as formigas cortadeiras, as cochonilhas e os ácaros. Também vale citar a mosca-das-frutas, que compromete o cultivo de pêssego na região.

Porém, o controle não deve ficar restrito ao campo. Alguns insetos sobrevivem às armadilhas e se escondem entre as frutas colhidas. Dali, podem migrar para dentro de fábricas, armazéns e até supermercados, no caso de produtos vendidos in natura.

A infestação por insetos é um risco sério na indústria alimentícia, e por dois motivos. O primeiro é a quebra na produção, já que alimentos atingidos por pragas perdem qualidade e, consequentemente, valor comercial. O segundo é a possibilidade de contaminação, visto que moscas, mosquitos e outras criaturas podem carregar microrganismos causadores de doenças.

Para evitar complicações, deve-se recorrer à desinsetização do ambiente. Porém, esse procedimento precisa ser feito com cuidado, já que os inseticidas também podem ser prejudiciais quando administrados de forma incorreta. O melhor é chamar ajuda profissional de uma imunizadora reconhecida.

Saiba mais: 9 dicas para escolher a dedetizadora

Clima da Serra Gaúcha X proliferação de insetos

“Ué, mas tem tanto inseto assim na serra?”, você pode estar se perguntando. E, realmente, o rigoroso inverno gaúcho faz parecer que as pragas não representam um problema. Nos meses frios, elas entram num estado similar ao da hibernação, sendo difícil encontrar formigas ou baratas zanzando por aí.

No entanto, é justamente nessa época que devemos falar da dedetização em Bento, Garibaldi, Farroupilha… Quando os bichos estão quietinhos, fica mais fácil encontrá-los e eliminá-los. Além disso, o serviço de controle de pragas cria uma barreira protetora no local por alguns meses, impedindo a chegada de novos invasores.

Dessa forma, mesmo que os termômetros voltem a subir, os insetos não vão ter como se instalar. E convenhamos que o clima da Serra Gaúcha nem sempre é gelado, né? Existem períodos bem quentes na região, e aí as criaturas voltam a se reproduzir com mais intensidade.

Prova disso é o aumento de focos do mosquito Aedes aegypti no território de Bento Gonçalves. O transmissor de dengue, zika e chikungunya se prolifera nos dias abafados e chuvosos do verão.

Entre 2018 e 2021, houve um salto nos registros, passando de apenas três para impressionantes 76 pontos de infestação. As informações são do departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, em reportagem do Jornal Semanário. Entre janeiro e 11 de fevereiro de 2022, os locais com presença do Aedes em Bento já eram pelo menos 22, deixando as autoridades em estado de alerta.

Saiba mais: Como se proteger da dengue

Onde encontrar dedetizadora em Bento Gonçalves e região

Aqui vai uma dica para quem busca empresa de dedetização em Bento Gonçalves ou outra cidade serrana: o nome do serviço pode variar. É que o DDT, um veneno super perigoso, deixou de ser utilizado no Brasil há vários anos. Portanto, a nomenclatura “dedetizadora” não faz mais tanto sentido.

Hoje em dia usam-se termos como “imunizadora” e “desinsetizadora”. Você também pode pesquisar por “controle de pragas” ou “controle integrado de vetores e pragas urbanas”. Todas são variações para a mesma atividade.

O importante é encontrar uma equipe séria, que siga protocolos de boas práticas e que tenha licença da Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler). Essa é a entidade responsável por autorizar e fiscalizar o controle de pragas no Rio Grande do Sul.

A Hoffmann está na lista das empresas autorizadas pela Fepam. Nós também fomos a primeira imunizadora do estado a conquistar o Selo de Proteção Bayer, uma certificação internacional que atesta a qualidade do serviço.

Precisa de um orçamento? Conte conosco para controle de insetos, controle de ratos e controle de cupins e brocas. Atendemos em Bento Gonçalves, Gramado, Caxias do Sul e qualquer outra cidade gaúcha.

Fones:  (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959WhatsApp: (51) 99749-4400.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn

Posts Relacionados