Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Existe um motivo simples para insetos gostarem tanto de padarias. A grande quantidade de alimento em estoque, associada ao ambiente quente e escuro das despensas, oferece o cenário ideal para a proliferação dos seres indesejados.

O problema é que eles não causam apenas repulsa por causa da aparência nojenta. Baratas, moscas e formigas podem contaminar a comida e transmitir doenças.

Portanto, aqui vai um alerta a supermercados, confeitarias e panificadoras em geral: é preciso tomar medidas para o controle de pragas no estabelecimento. Elas envolvem o cumprimento de normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), incluindo a contratação de uma dedetizadora especializada. Continue a leitura e confira os detalhes.

Os piores insetos que podem invadir sua padaria

Primeiro, vamos explicar por que as pragas urbanas são tão perigosas para o seu negócio. Em seguida, falaremos sobre os procedimentos necessários para eliminar infestações. Acompanhe.

Baratas

A maioria das baratas vive no esgoto. Dá para imaginar a quantidade de bactérias e fungos presentes num lugar desses, né?

O problema é que os microrganismos se aderem ao corpo das cascudas. Aí, quando elas resolvem sair de casa para procurar alimento, podem espalhar os parasitas por onde passam.

Imagine uma invasão de baratas em sua cozinha. Tanto a comida quanto os utensílios ficam contaminados! Sem contar que fragmentos das patas, das asas e das antenas dos bichos podem se espalhar, causando alergias em pessoas mais sensíveis.

A principal recomendação para o controle de pragas é a higiene. Lave a louça logo após o uso e faça faxinas regulares.

Outra medida importante é vedar os ralos e consertar frestas na parede. Isso impede que os insetos da rua invadam o local.

Ainda, vale inspecionar os insumos de fornecedores externos. É que baratas miúdas da espécie francesinha (Blatella germanica) podem estar escondidas em sacolas plásticas ou embalagens de alimentos.

Saiba mais: Por que as baratas aparecem mais no verão que no inverno?
Moscas

As moscas na padaria são sinal de prejuízo. Nesse cenários, os doces e os pães se tornam os principais alvos da praga.

O inseto adora açúcar, mas não consegue ingerir sólidos. Para comer, a criatura pousa sobre o alimento e libera saliva, transformando a superfície numa pasta.

Esse processo inutiliza os quitutes, que ficam impróprios para o consumo humano. Pense na quebra de mercadoria devido a uma infestação de moscas…

Vale lembrar que as larvas desse bicho nascem em zonas bastante insalubres, como esgotos e lixões. Ou seja, também podem carregar microrganismos prejudiciais à saúde.

O método de controle de pragas consiste em impedir o acesso das moscas ao interior da panificadora. Instale telas de proteção nas janelas e nas portas para barrar as intrusas.

Junto a isso, mantenha a comida em potes vedados ou dentro da geladeira. Já o lixo orgânico deve ser depositado num latão com tampa, bem longe da cozinha e da despensa.

Saiba mais: Livre-se das moscas, o terror da indústria alimentícia
Formigas

Assim como as demais pragas urbanas que citamos aqui, as formigas podem carregar bactérias nas patas. Só que o perigo costuma ser maior, pois as colônias percorrem longas distâncias em pouco tempo.

E você já reparou que esses insetos chegam em grande número, certo? Uma formiga nunca faz o trabalho sujo sozinha.

As invasoras conseguem instalar o ninho em pontos inusitados, como atrás de azulejos e dentro das máquinas de panificação. Tratam-se de espaços quentinhos, seguros e com acesso fácil ao alimento.

Mais uma vez, a higiene é essencial para combater essa ameaça. Qualquer farelo de pão já serve de comida para os insetos.

Ainda, é importante cortar as fontes de água. Sendo assim, seque a pia depois de lavar os utensílios de cozinha.

Importante: não use inseticida comum para matar formigas. Primeiro, porque o produto é tóxico e pode contaminar os alimentos da padaria. Segundo, porque o veneno apenas espanta as criaturas.

Como forma de autodefesa, a colônia se fragmenta em vários núcleos. Isso faz com que um único grupo de formigas dê origem a vários outros. Resumindo, o inseticida pode piorar a infestação.

Saiba mais: Como funciona o controle de formigas

Vigilância sanitária e controle de pragas em panificadoras

Agora que já alertamos sobre os perigos de haver baratas, moscas e formigas na padaria, precisamos falar dos cuidados sanitários. O regulamento técnico para boas práticas nos serviços de alimentação está descrito na Resolução RDC 216, da Anvisa. Esse dispositivo lista as precauções que você deve ter no transporte, na manipulação e no acondicionamento dos ingredientes.

Seguir as recomendações é necessário para manter a qualidade do trabalho. Além disso, a inobservância das normas pode acarretar multas, interdição das atividades e até cancelamento do alvará de funcionamento da panificadora. Por isso, tome um tempo para ler as informações com calma e, se for o caso, fazer os devidos ajustes no seu negócio.

O item 4.3 da RDC 216 aborda o controle integrado de vetores e pragas urbanas. Segundo o documento, deve-se investir num conjunto de práticas que impeçam a atração, o abrigo, o acesso e a proliferação dessas criaturas no ambiente. Algumas ações já foram descritas ali em cima, como higienização e instalação de telas.

Saiba mais: Orientações para o controle de pragas na indústria de alimentos

O texto também cita o controle químico, conhecido como desinsetização ou dedetização. Tal método “deve ser empregado e executado por empresa especializada, conforme legislação específica, com produtos desinfestantes regularizados pelo Ministério da Saúde”.

Outro ponto importante é a adoção de “procedimentos pré e pós tratamento a fim de evitar a contaminação dos alimentos, equipamentos e utensílios”. Isso inclui o isolamento do local e a correta higienização da área.

Alimentos mais que saudáveis

Por fim, a imunizadora responsável pelo controle de pragas na padaria tem que apresentar o comprovante de execução do serviço. A documentação deve fornecer todos os dados previstos pela legislação sanitária do município.

Como você pode perceber, não adianta contratar qualquer dedetizadora. Exija que a companhia tenha licença da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam). Esse é o órgão que regulamenta e fiscaliza a atividade no Rio Grande do Sul, garantindo que a desinsetização seja feita corretamente.

A Hoffmann segue todos os manuais de boas práticas exigidos pelas autoridades. Temos mais de 30 anos de experiência no controle de pragas urbanas. Nossa política de qualidade prioriza resultados eficientes, respeitando a saúde pública e a preservação do meio ambiente.

Proteja sua padaria, sua confeitaria ou seu supermercado. Entre em contato conosco e solicite um orçamento para controle de insetos. Fones: (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959. Whatsapp: (51) 99749-4400. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios