Blog Imunizadora Hoffmann

Novidades e conteúdo exclusivo sobre controle de pragas.

Elas causam mais que uma picada ardida. As formigas também podem transmitir doenças!

Por isso, uma infestação em casa acende o sinal amarelo: é hora de encontrar maneiras efetivas para afastar a praga.

No artigo de hoje, você vai conhecer melhor os perigos relacionados a esses insetos. Também vamos dar dicas para proteger a sua saúde e a de sua família. Fique conosco!

Formigas não são tão inofensivas quanto parecem

Embora as formigas atuem como polinizadoras e dispersoras de sementes, elas não trazem apenas benefícios para a natureza. Quando invadem jardins e plantações, por exemplo, elas podem se tornar uma verdadeira praga. Isso sem contar as infestações em ambientes urbanos, é claro.

Para você ter uma ideia, as saúvas detonam lavouras e florestas inteiras. Também existem espécies capazes de danificar estruturas e móveis de madeira, pois constroem seus ninhos dentro deles.

E tem ainda a formiga-faraó, de dimensões diminutas e bastante adaptável às cidades. Ela pode carregar parasitas causadores de doenças.

Leia também: Conheça as mais perigosas formigas urbanas do Rio Grande do Sul

Formigas são vetores de doenças perigosas

As formigas são perigosas do ponto de vista sanitário porque transitam por diversos locais, inclusive latões de lixo com matéria orgânica em decomposição. Dessa forma, podem carregar microrganismos em seus corpos.

O resultado é que esses artrópodes são capazes de contaminar alimentos e outras superfícies, espalhando doenças e infecções pelo caminho. Por exemplo, a já citada formiga-faraó pode carregar bactérias dos tipo Salmonella e E. coli, além de vírus e fungos prejudiciais à saúde humana.

Fora isso, os insetos podem contribuir para a proliferação de ácaros, desencadeando alergias respiratórias em humanos.

Mais perigosas que as baratas?

As pessoas geralmente têm nojo de barata e evitam consumir qualquer alimento que entrou em contato com as cascudas. Mas o que dizer das formigas? Elas também espalham microrganismos prejudiciais!

Aliás, você já reparou o que acontece quando uma barata morre? São as formigas que transportam o cadáver. Ou seja: elas acabam entrando em contato com o mesmo tipo de sujeira.

Saiba mais: Mitos e curiosidades sobre as baratas que vão surpreender você

Formigas são um perigo para os hospitais

Surpreendentemente, algumas espécies de formigas são atraídas pelo material esterilizado presente em clínicas e hospitais. Dessa forma, os artrópodes atuam como um indicador natural de limpeza – afinal, demonstram que os instrumentos foram higienizados da maneira correta.

No entanto, quem dera esse fenômeno trouxesse alívio aos pacientes. Ocorre exatamente o contrário.

Os insetos trafegam por qualquer ambiente para buscar alimento. Qualquer ambiente mesmo. Eles podem atravessar canos de esgoto, latas de lixo e cadáveres de animais.

As formigas são perigosas porque retornam ao interior das edificações após andarem por áreas contaminadas. Muitas vezes, carregam fungos, vírus e outros microrganismos. Resultado: podem contaminar desde o mobiliário até os alimentos dentro do local.

Formigas contribuem para o fenômeno das superbactérias

Como as pessoas internadas em unidades de saúde já estão com a imunidade fragilizada, a proliferação de agentes patógenos abre espaço para surtos de doenças.

Nos centros de tratamento intensivo, a preocupação mais grave são as superbactérias, resistentes à maioria dos antibióticos. Caso insetos transitem por esses locais, poderão carregar os micróbios superpoderosos para outras alas e infectar indivíduos saudáveis.

Para afugentar invasores, a equipe do Hospital Espírita de Porto Alegre conta com os serviços de controle de insetos da Hoffmann. Veja detalhes no vídeo abaixo:

Principais doenças transmitidas por baratas

Mas, afinal, quais são as doenças que as formigas podem passar para pessoas? Veja algumas na lista abaixo:

Gripe

A gripe é uma doença respiratória causada por vírus. Altamente contagiosa, pode ser transmitida quando alguém tosse ou espirra. Como as formigas às vezes se alimentam de escarro, inclusive de pacientes infectados, elas podem transmitir a enfermidade.

Tuberculose

O mesmo vale para a tuberculose. A diferença é que esse problema é causado por uma bactéria. Ela afeta principalmente os pulmões, mas pode se espalhar para outras partes do corpo, causando tosse persistente, febre, sudorese noturna e perda de peso.

Hanseníase

As formigas também podem andar por ferimentos de outros animais. Assim, transportam a bactéria causadora de hanseníase, cujos sintomas incluem manchas na pele, dormência ou perda de sensibilidade em áreas afetadas. Se não tratada adequadamente, a infecção pode levar a deformidades e incapacidades.

Infecções alimentares

Caso as formigas invadam a despensa da sua casa, elas podem contaminar os alimentos com fungos e bactérias. Esses microrganismos patogênicos elevam o risco de infecções variadas, caracterizadas por sinais como diarreia, vômito, febre, dores abdominais e mal-estar generalizado.

Saiba mais: Picada de formiga? Veja como aliviar os sintomas

Como se proteger dos riscos oferecidos pelas formigas?

1. Mantenha a comida em recipientes fechados: isso impedirá que as formigas tenham acesso aos alimentos e reduzirá o risco de contaminação;

2. Não deixe migalhas nem restos de comida expostos: as formigas são atraídas pelo alimento, então é importante manter as superfícies limpas;

3. Vede as frestas em portas e janelas: isso evita que formigas e outros insetos invadam sua casa;

4. Armazene o lixo em latões fechados: sem acesso aos resíduos, há menos risco de contaminação;

5. Evite o contato direto com formigas: se você encontrar insetos nos alimentos, descarte-os imediatamente, pois eles podem estar contaminados;

6. Invista em repelentes caseiros: eles não eliminam infestações, mas podem ajudar a manter as formigas afastadas de sua casa;

7. Procure uma imunizadora profissional: para casos mais sérios de infestação, conte com a Hoffmann. Nossos profissionais conseguirão avaliar se o quadro representa um risco sanitário grave.

Nosso serviço de controle de insetos inclui uma inspeção técnica minuciosa para verificar a espécie invasora e o local do ninho. A partir daí, utilizamos produtos altamente eficazes contra pragas, mas que não representam perigo nem à saúde humana, nem ao meio ambiente.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Fones:  (51) 3545-4999 | (51) 98111-4999 | (54) 99983-5959WhatsApp: (51) 99749-4400. Atendemos ao estado do Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Pinterest

Posts Relacionados